16.8 C
Curitiba
domingo, 09, agosto, 2020 | 02:03:03 PM

Fauda

A cultura judaica desperta minha atenção. Seja pelas idiossincrasias, pela capacidade de superação, pela quantidade de prêmios Nobel que eles possuem, enfim…

Então que, quando me indicaram a série “Fauda”, rapidamente maratonei a primeira temporada. E assim por diante, até terminar a terceira, recentemente.

Trata-se da primeira série israelense de destaque falada em hebraico e árabe. Foi lançada localmente em 2015, e ganhou o mundo, lógico, depois de chegar ao Netlfix, em 2016.

Para se ter uma ideia da relevância dela, em 2019, o jornal The New York Times elencou os 30 melhores seriados internacionais da última década: Fauda ocupou a oitava posição.

O termo “Fauda” é árabe e significa caos. E não poderia ser mais apropriado, pois ela mostra o cotidiano de soldados que pertencem a uma unidade secreta israelense que atua  nos territórios palestinos. A tensão é presente todo o tempo, as cenas de luta bastante reais e os personagens extremamente humanos, e que se descolam do maniqueísmo puro e simples.

O personagem central da trama é o agente Doron Kavillio. Na primeira temporada, assistimos a sua perseguição ao Hamas e as crises em seu casamento. Na segunda temporada, Doron tenta combater o Estado Islâmico. Na última temporada disponível no streaming, Doron enfrenta problemas para ver seus filhos – decorrentes de atitudes que aconteceram ao longo do seriado – ao mesmo tempo que se infiltra como treinador de futebol do filho de uma família que habita em Hebron, a maior cidade da Cisjordânia. Porém, como é de esperar em Fauda, nada acontece como o planejado e esta história  continua a acontecer na Faixa de Gaza.

Neste imbróglio, não há mocinhos e bandidos. Mesmo acusada de privilegiar a imagem dos judeus em detrimento aos árabes, não é este sentimento que a série transmite. É perfeitamente possível sentir empatia pela família do soldado do Hamas que teve sua casa destruída por um ataque de drone, bem como da família do agente israelense morto em combate.

Enfim, trata-se de um seriado denso, que sempre termina seus episódios com suspense e que sabemos que não terá vencedores ou final feliz. Parafraseando Nelson Rodrigues, vemos “a vida como ela é…”

Recomendo…

1 COMENTÁRIO

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Nelton Friedrich inicia série de lives pelas redes sociais com o objetivo de esclarecer a população

Neste sábado último, dia 18 de novembro, o Deputado Constituinte Nelton Friedrich pelo PDT, lançou em suas redes sociais...

A gente se vê ontem

Um filme que conta com Michael J. Fox no elenco, cujos personagens viajam no tempo e não se trata da trilogia “De Volta para...

Tubocast #15

Neste episódio conversamos com o psicanalista Christian Dunker, sobre amor, depressão, política e tudo o que envolve o nosso "novo" normal ou permanente "Estado...

Tubocast #14

Neste episódio fizemos um papo descontraído com o Angre Silva, do Fajucast, ele contou como é a vida na Califórnia, como é morar no...

Maudie

Hoje a coluna terceiriza a função e replica aqui a crítica que um querido amigo meu, José Carlos Branco,  entendido da coisa, fez ao...
886FansLike
25FollowersFollow
282SubscribersSubscribe
Curitiba
nuvens quebradas
16.8 ° C
17 °
16.7 °
100 %
2.1kmh
75 %
sáb
25 °
dom
22 °
seg
28 °
ter
28 °
qua
26 °

Artigos Relacionados